<$BlogRSDUrl$>

Tuesday, July 27, 2004



É um mundo complicado este em que vivo, em que o simbólico da “coisa” é muito mais importante que a “coisa” em si.

Um quadro pode valer milhões, uma peça de vestuário milhares, um objecto centenas de milhar … o bom e o mau, o bonito ou o feio não são chamados para o caso, o que conta é uma espécie de juízo crítico parido em pequenos grupos. Grupos de referência ou de especialidade que, quais sacerdotes de uma divindade inominável, estabelecem legitimidades e valores que, por curtos períodos de tempo, viram dogmas de culto.

Mais do que isso, pela produção constante de novos “simbólicos”, alimentam-se, a uma escala planetária, estilos de vida e de consumo sempre em reformulação e em movimento, como se se dirigissem para algum lado em vez de gastarem apenas o que é suposto gastar: energia.

E assim se move este MUNDO LIGHT, em que o valor das “coisas” tem pouco a ver com o que elas são intrinsecamente. O que conta, o que faz a diferença, é a atribuição que se faz sobre um produto, um indivíduo ou uma ideia, o “RESTO” não interessa … o resto é só “loucura”, sou mesmo louca, mas se estou louca, que louca é que estou?!



This page is powered by Blogger. Isn't yours?