<$BlogRSDUrl$>

Tuesday, March 29, 2005

BACKSTAGE
 



Não sei quem sou!

Não vejo, simplesmente, como estas questões existenciais possam melhorar a minha vida.

Então digo que Sou apenas aquilo que penso que Sou! Uns discordarão, mas não tenho muita certeza do argumento.

Já escrevi em algum sítio que sou uma mistura "implosiva" de alemães com italianos. A verdade é que, ultimamente, a alma alemã tem imperado. Na reserva fica a alma italiana.

Já quis ser a Sharon Stone, depois a Nicole Kidman. Antes disso eu quis ser camionista, depois bailarina. Já quis ser o Indiana Jones e o Jacques Cousteau.

Mas nada disto deu certo, confesso. Então pensei no óbvio! A verdade é que eu não tinha estofo para ser ninguém senão eu mesma.

Já tomei medicação para diarreia, cólicas, sarampo, papeira, dor de cabeça, insónia, depressão, dores musculares, dor de dentes, dor de ouvidos, gripe e até para uma pneumonia que eu não tive.

Consulto médicos apenas para fazer exames de sangue regulares. Mas, nem sei porque é que estou a falar disto!!! Ou talvez eu saiba. Preciso tomar remédio para esclerose, por certo ...

Nasci em Portugal, mas eu acho que só por acaso, cresci, li enciclopédias, aprendi a andar de bicicleta e sofri meu primeiro amor. Aprendi a fumar e também aprendi a morar sozinha.

Sou uma leitora apaixonada de bons livros, daqueles que me deixam a pensar...

O meu ouvido para música não é muito bom, mas esforço-me. Na pior das hipóteses, sei do que não gosto: música metálica e hip-hop.

O meu olhar para a pintura não é deste século nem do anterior – e eu acho que isto é muito bom.
Não gosto de ver televisão. Em cinema, não gosto de filmes iranianos. Por outro lado, sou fã de Austin Powers.

Sou heterossexual assumida, fumadora, não bebo, benfiquista pelo lado do pai, mas acho que só por afinidade – não percebo nada de bola.

Sou dada a extremos do estilo: Ou Amo ou Odeio; Sou persistente, mas quando desacredito não há nada a fazer, tal como me dou toda da mesma forma desprezo, ignoro de tal forma que até dói.

Odeio Mornos, os “Nins” da sociedade, por isso detesto o cinzento porque ele comanda a regra da invisibilidade. Dedico-me às minhas habilidades …

O meu índice de massa corporal é 19,53, mas já foi menos.

Aqui posso ser loira ou morena, doce ou agressiva, romântica ou fria … depende do estado de espírito, mas essencialmente aqui sou letras.

Sou isto e sou mais, muito mais...

Mas, hoje em dia, quem é que tem paciência para se descobrir a si próprio?

Por isso eu posso ser divertida e interessante para alguns, arrogante e burra para outros.

Querem saber? Eu sou mesmo é uma mulher que gosta de olhar as ondas batendo nas pedras, indo e vindo, tentando ensinar-me a eternidade que não me é compreensível.



This page is powered by Blogger. Isn't yours?