<$BlogRSDUrl$>

Wednesday, March 09, 2005



Eu amo-te pelas coisas únicas que me dizes e me fazes. Eu amo-te quando me apareces assim de surpresa... hum é tão bom...

Eu amo-te quando nos esturricamos ao sol perto do rio enquanto te digo baboseiras sem sentido. Eu amo-te quando me ofereces coisas tuas. Eu amo-te quando me roubas um beijo mesmo quando eu digo não querer. Eu amo-te quando te tornas literalmente insuportável por causa do sono.

Eu amo-te quando tens paciência para as minhas atitudes de menina mimada. Eu amo-te quando te irritas comigo quando digo que vou fumar outro cigarro. Eu amo-te quando me dizes que fico gira com as tuas t-shirts e boxers. Eu amo-te quando me embaraças à frente dos amigos.

Eu amo-te quando ficas indeciso com o que hás-de vestir. Eu amo-te quando me agarras possessivamente em sítios públicos. Eu amo-te quando fazemos viagens longínquas até chegarmos a um local sem lojas e nenhuma aberta.

Eu amo-te quando tentas esconder os teus ciúmes. Eu amo-te quando me tentas fazer rir.
Eu amo-te quando elogias o meu corpo. Eu amo-te quando escreves com uma caneta de tinta permanente aquelas frases na minha perna.

Eu amo-te quando te tiro fotografias com flash enquanto conduzes sem nunca acertar o ângulo. Eu amo-te quando me acordas aos bocadinhos. Eu amo-te quando te chamo de “mariquinhas” e tu olhas para mim com aquele ar reprovador.

Eu amo-te quando ficas completamente absorto na leitura. Eu amo-te quando começas a exalar imenso calor logo no instante em que adormeces. Eu amo-te quando discordamos em assuntos musicais.

Eu amo-te quando fazemos pessimamente a cama. Eu amo-te quando depois de estar arranjada para sair tu queres amar-me de novo. Eu amo-te quando me pedes para parar de chorar enquanto me dás beijinhos na minha cara toda molhada.

Eu amo-te quando nos deitamos juntos.

Não dá para escrever não dá para falar, nem tu vais nunca entender. Por isso mais vale estar ao pé de ti em silêncio e abraçar-te assim junto a mim até passar mais um mês... e outro... até chegarmos aos "infinitos mil meses" e continuar a dizer Eu Amo-te quando …



This page is powered by Blogger. Isn't yours?